Vitória sobre a Covid-19 e bebê salvo pelo Bombeiro

47
Cartola-nova-xandi

A semana iniciou com a confirmação de que nossa região está em bandeira vermelha, ou seja, risco alto de contaminação do Covid-19. Sem dúvida tem sido um ano bem complicado para a maioria das pessoas. Não tem sido nada fácil enfrentar essa pandemia e pessoas não estão conseguindo vencer esta batalha. É uma questão que merece muita atenção e não pode ser ignorada. Há quem defenda o “LOCKDOWN”, ou fechamento total, mas não acredito que isso seja viável para a grande maioria da população que depende de salário para sustentar suas famílias. Além disso, a roda precisa girar e a vida tem que seguir.


O que precisa é a consientização das pessoas. Atenção as regras básicas que são amplamente divulgadas, como uso correto das máscaras, distanciamento e limpeza das mãos com uso de alcool gel, água e sabão. As pessoas também precisam entender que não é hora de reuniões e aglomerações desnecessárias. Quem puder, fique em casa o máximo possível e saia apenas para cumprir obrigações profissionais ou suprir suas necessidades básicas de alimentação. É claro que nos privar da liberdade de ir e vir não é algo fácil, mas é para o bem de todos que amamos.

Publicidade


Quero destacar também dois fatos positivos desta semana. O primeiro é o retorno para casa do querido médico Fernando Valle. Depois de quase dois meses lutando contra o vírus, inclusive tendo que ser entubado, conseguiu vencer a batalha e está novamente em casa. Ele mesmo chama a atenção para o perigo que este vírus representa e não é nada fácil enfrenta-lo. Dr. Fernando é um obstetra responsável pelo nascimento de inúmeros canelenses, entre eles minha filha Amanda. Toda a comunidade canelense esteve orando pela sua recuperação nestes longos 60 dias e felizmente o final foi feliz e logo estará trazendo novos canelenses ao mundo.

Publicidade


A segunda boa notícia da semana envolveu o bombeiro Luiz Carlos Schmitt. Ele foi um dos responsáveis por salvar um bebê engasgado, trazido pelo pai desesperado ao quartel. Conheço seu Luiz há mais de 20 anos e sei da sua dedicação e amor pela profissão e a menina com pouco mais de um mês de vida não poderia estar em melhores mãos naquele momento. Nessa hora, onde o desespero toma conta das pessoas, valeu os 36 anos de experiência do bombeiro que tomou as decisões corretas. Parabéns seu Luiz e a todos que atuaram no salvamento, pois foi um trabalho em conjunto como mostram as imagens (veja aqui a matéria).


Enfim, vamos usar a consciência para enfrentar e superar todas as dificuldades impostas por esta pandemia. E sempre lembrar que na hora da dificuldade podemos contar com nossos Bombeiros, que são verdadeiros anjos da guarda.