Ações de melhorias para rede de água e esgoto são apresentadas em reunião dos Conselhos ambientais

0
33
Publicidade

Na última sexta-feira (15) os membros do Conselho Municipal de Defesa ao Meio Ambiente (COMDEMA) e do Conselho de Saneamento se reuniram, no auditório da Prefeitura de Gramado para uma reunião, em que a CORSAN e a Secretaria do Meio Ambiente explanaram as recentes ações, referentes ao abastecimento da água e ao esgotamento sanitário, que estão sendo realizadas no município. Membros da UFRGS, que participam da revisão do novo Plano Diretor, e vereadores também estiveram presentes.

O gestor da Unidade de Saneamento Especial Hortênsias da CORSAN, Lutero Fracasso, apresentou o projeto da obra avaliada em R$36 milhões que ligará a estação de tratamento de Canela ao reservatório que será construído na Expogramado. Estima-se que a obra levará dois anos para ser concluída e garantirá o abastecimento de água em Gramado nos próximos 25 anos. Lutero também falou sobre as estações de tratamento de esgoto, cujos investimentos são estimados em aproximadamente R$50 milhões nos últimos anos e afirmou que “o tratamento de esgoto em Gramado precisa ser de interesse de todos e deve ser feito de forma coletiva”.

A secretária do Meio Ambiente, Cristine Steffens, falou sobre a antecipação de obras de rede de esgoto que será feita através do instrumento jurídico denominado “18 A”, por meio de parceria entre empreendedores, CORSAN e ente municipal, de forma a levar rede de esgoto para setores estratégicos do município com a maior agilidade possível. Desta forma, buscando o desenvolvimento sustentável, por meio de implantação de infraestrutura adequada para as construções futuras, para àquelas em andamento e para as existentes no percurso das redes, a Secretaria do Meio Ambiente está gerenciando a tramitação deste instrumento em quatro setores do município, são eles: bairro Bavária, Várzea Grande, setor Oeste (região do Carazal) e setor Norte (região do Mato Queimado).

Ainda, a secretária do Meio Ambiente explicou quanto à problemática relacionada às caixas de gordura em estabelecimentos localizados na região central do município. Explicou quanto à necessidade de limpeza periódica destas caixas, de forma a evitar a obstrução das redes e consequentes extravasamentos de esgoto nas ruas principais de Gramado. Ainda, apresentou uma das soluções para o problema, que contará inclusive com a parceria da Vigilância Sanitária.

Por fim, Cristine Steffens afirmou que “a Secretaria do Meio Ambiente, em parceria com outras secretarias e com a CORSAN, está trabalhando ativamente para solucionar os impactos relacionados aos problemas de esgoto em Gramado, inclusive destaco a nomeação de dois novos fiscais para atendimento exclusivo a esta demanda”.

Publicidade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.