Prefeitura repassa R$ 126 mil para prestação de serviços na Casa Vitória

0
37
Publicidade

Prefeito em exercício Gilberto Cezar e a secretária de Assistência Social, Carmen Seibt, autorizaram repasse para a Associação Coração de Ouro!

O prefeito em exercício, Gilberto Cezar e a secretária de Assistência Social, Carmen Seibt, assinaram na terça-feira (20) o Termo de Fomento Nº 11/2021, autorizando o repasse financeiro de R$ 126 mil para a Associação Coração de Ouro, visando a prestação dos serviços oferecidos na Casa Vitória. O espaço já está recebendo demandas da comunidade, prestando serviços especializados para mulheres vítimas de violência doméstica.

O prefeito em exercício Gilberto Cezar destaca que além do acolhimento, realização de avaliação psicológica e social, prestação de assessoria jurídica e averiguação da necessidade de abrigamento da vítima e filhos, o espaço vai gerar oportunidades de reinclusão social. “É um belo e necessário projeto, que deve ter total apoio do poder Executivo em parceria com o Judiciário. A Casa Vitória nasceu assim, graças a união de esforços dos setores públicos e privadas”, recorda Gilberto Cezar.

Publicidade

CASA VITÓRIA

O espaço tem como pilares o Respeito, a Igualdade e o Valor da Mulher. O objetivo é receber mulheres vítimas de violência doméstica, prestando um serviço especializado com o acolhimento, realização de avaliação psicológica e social, além de assessoria jurídica e averiguação da necessidade de abrigamento da vítima e filhos. Existindo esta necessidade, a vítima e filhos são direcionados a Casa Vitória para que recebam vestuário, kit higiene, alimentação e hospedagem até que possam retornar ao lar em segurança, após o afastamento do agressor.

A acolhida da vítima é pautada no fortalecimento feminino, para que a mulher consiga romper o vínculo de dependência com o agressor; na oferta de oficinas de capacitação para obtenção de renda; acompanhamento psicológico para romper vínculos de violência e encaminhamento aos devidos programas municipais de assistência. O acolhimento incentiva a independência, autonomia e o protagonismo feminino. A vítima recebe também apoio jurídico (parceria com a OAB Subseção Canela Gramado).

INFRAESTRUTURA

O imóvel onde a Casa Vitória realiza suas atividades é de propriedade da Prefeitura Municipal, a qual também tem em seu escopo a guarda, responsabilidade com água, luz e transporte. O espaço conta com sistema de câmeras (parceria com a Brigada Militar); quartos respeitando a individualidade de cada família; sala de acolhimento com equipe técnica; cozinha/lavanderia; banheiros; sala de entretenimento infantil; sala de TV; e disponibilidade de transporte nos casos de deslocamento da vítima. A casa de acolhimento prevê o atendimento de até 15 mulheres, em funcionamento ininterrupto, 24 horas por dia, sob plantão.

Foto: André Fernandes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.