Polícia Civil prende homem que atirou no rosto de barbeiro por engano

50
Publicidade

A Polícia Civil de Canela prendeu, na tarde desta sexta-feira (26), o autor de uma tentativa de homicídio ocorrida na tarde de 23 de janeiro, ocasião em que a vítima, que trabalhava como barbeiro, foi surpreendida no interior de seu estabelecimento comercial pelo criminoso, que disparou com arma de fogo. O tiro atingiu o rosto da vítima, que foi socorrida e levada para atendimento médico.

O Delegado Vladimir Medeiros informa que as investigações identificaram o autor do crime, que teve sua prisão decretada a pedido da Polícia Civil logo após os fatos. No entanto, o investigado estava foragido, tendo se apresentado na Delegacia de Polícia de Canela no final da tarde de hoje. A autoridade relatou, ainda, que a vítima não era o alvo pretendido pelos criminosos, tendo sido atingida com um tiro no rosto por engano.

Publicidade

O criminoso, que registra antecedente policial pelo delito de roubo, foi encaminhado ao Presídio Estadual de Canela.

Publicidade

O Delegado Vladimir Medeiros reiterou que, neste e em outros crimes graves ocorridos na cidade nas últimas semanas, sua equipe policial trará à comunidade resultados positivos, com indiciamentos e prisões em todos os casos, sendo que, na maioria deles, já efetivaram as prisões necessárias. A autoridade policial destacou que os policiais civis trabalham em todos os crimes incansavelmente e de forma ininterrupta, inclusive nos finais de semana e nas madrugadas. Medeiros informou, ainda, que esta e outras prisões que ocorreram ou ocorrerão, são fruto de investigação policial qualificada de sua equipe, o que faz com que haja a tendência de que os criminosos permaneçam presos por longos períodos.

O Delegado Heliomar Franco, Diretor da Delegacia Regional de Gramado (2ª DPRI), ressaltou que as ocorrências criminais de maior gravidade têm recebido as devidas prioridades e sido solucionadas com a identificação e prisão de seus autores, trazendo tranquilidade à comunidade.

A Polícia Civil de Canela contabiliza, apenas nas últimas semanas, onze prisões em casos de homicídios consumados ou tentados na cidade.