Pavilhões abandonados da Festa da Colônia são reformados pela Prefeitura

0
97
Publicidade

Espaços que antes eram tomados por alegria, danças, músicas, cultura, comidas e bebidas típicas, hoje apresentam um cenário do mais completo abandono. Além do lixo acumulado, infiltrações, pisos, paredes e telhados deteriorados, os pavilhões que abrigam a Festa da Colônia nem de longe se assemelham ao espaço que por anos abrigou um dos mais aguardados eventos culturais e gastronômicos de Gramado. Para garantir a realização da 30ª edição do evento, que ocorre de 23 de setembro a 12 de outubro, a Prefeitura iniciou nesta segunda-feira (12) a reforma do local.

O prefeito Nestor Tissot acompanhou o início das obras e lamentou o cenário. “Aqui está parte da nossa cultura e da nossa história, são pavilhões que carregam as recordações de nossos colonos, pessoas que com muito trabalho, zelo e dedicação construíram a nossa Gramado. São eles os grandes responsáveis por fazer com que nossa cidade seja conhecida mundialmente. Fico triste com a maneira que o local se encontra, mas não será um empecilho para a realização da festa tão aguardada por todos. Vamos reformar o espaço e garantir uma belíssima comemoração”, disse.

Publicidade

O secretário de Obras e Serviços Urbanos, Rafael Ronsoni revela que as obras não tem prazo para a conclusão. “Estamos realizando as reformas com material da serraria e com servidores da própria Prefeitura, evitando assim, qualquer custo para a Administração. Infelizmente ainda não temos uma previsão, pois a cada movimentação percebemos outros problemas, porém a nossa única certeza é que até a Festa da Colônia vamos deixar tudo pronto. Queremos cuidar do patrimônio público e deixar um legado para a comunidade”, destacou o secretário.

Publicidade