16.3 C
Canela
quarta-feira, julho 24, 2024
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
InícioEventoOrquestra Sinfônica de Gramado homenageia Festival com trilhas sonoras brasileiras na cerimônia...

Orquestra Sinfônica de Gramado homenageia Festival com trilhas sonoras brasileiras na cerimônia de abertura

Publicidade

Marcada para às 16h desta sexta-feira (12), a abertura oficial da quinquagésima edição do Festival de Cinema de Gramado terá a presença da Orquestra Sinfônica de Gramado. Também fazendo sua retomada a apresentação terá a presença de 50 músicos, e vai prestar homenagem às cinco décadas do evento com trilhas sonoras exclusivamente brasileiras. A regência será do Maestro Bernardo Grings, que também regeu a Orquestra durante o 40º Festival de Cinema, primeiro ano de sua formação. 

A solenidade de abertura acontece na Rua Coberta e é aberta ao público. Nela ainda serão entregues os Troféus Reverência Horst Volk a ex-Presidentes do Festival de Cinema de Gramado e a ex-Prefeitos do município.

Publicidade

A mostra competitiva inicia às 18h, no Palácio dos Festivais, com a exibição dos curtas brasileiros “O Fim da Imagem” e “Deus Não Deixa” e dos longas “A Mãe” e “La Pampa” no Palácio dos Festivais. A noite será ainda dedicada à atriz Araci Esteves, que receberá o Troféu Cidade de Gramado.

Publicidade

Atriz Araci Esteves recebe Troféu Cidade de Gramado na noite de abertura do evento. 

Já tem seis anos que a atriz Araci Esteves mora em Gramado, depois de trocar a zona sul de Porto Alegre, onde residiu por 43 anos, pela tranquilidade da Serra Gaúcha. Grande homenageada desta edição de 50 anos do Festival de Gramado com o troféu Cidade de Gramado, ela se refere aos gramadenses como “pessoas mais reservadas, que prezam a sua intimidade, mas são acolhedoras e muito solidárias”. Completa dizendo “gosto desse jeito de viver. Gosto muito de flores e plantas, cuido delas e dos diversos temperos que cultivo. Leio muito, a leitura me alimenta a alma”. A rotina dela inclui caminhadas até o centro, livrarias, conversas com algum conhecido e o retorno ao seu refúgio.

Sobre a honraria e distinção organizada pelo Festival, Araci Esteves vê com surpresa e muita gratidão. “É demais receber a homenagem de uma cidade”.

Nascida em Osório em janeiro de 1939, Araci tem sua formação básica a partir do teatro. Estudou com nomes referenciais como Olga Reverbel e Gerd Bornheim, entre outros, e foi uma das fundadoras do Teatro de Arena na capital gaúcha. No cinema ela começa aos 23 anos com curtas-metragens. Depois vieram os longas, até ser a protagonista em 1997 de “Anahy de las Missiones”. “Então, o teatro me levou para o cinema e o cinema para a televisão”, resume a atriz. Neste caminho de aprendizado, segundo ela, Anahy foi um presente que eu ganhei do diretor Sérgio Silva que colocou na mão de uma atriz inexperiente no cinema, uma personagem da força e tamanho da Anahy. Era uma força da natureza”.

Questionada sobre a atuação em “Casa Vazia”, filme que concorre na Mostra de Longas Gaúchos, ela disse não ter visto ainda, apenas ressalta que a personagem que faz é muito interessante, uma mãe dividida entre seu amor materno e a consciência das resvaladas do filho. “Acredito no filme. Gostei muito de fazer a participação, com uma ótima equipe e atores que admiro e respeito demais. Giovani, o diretor, é um jovem que sabe dizer ao ator o que ele quer. Estou curiosa para ver o filme”.

Coletiva do Troféu Oscarito, com o ator Marcos Palmeira, acontece no sábado, dia 13.

Troféu Oscarito deste ano, o ator Marcos Palmeira, concede coletiva nesta sábado (13), às 14h, no Buona Vitta Gramado By Gramado Parks (Estrada Professora Elvira Apolo Benetti, 150).

A mais tradicional honraria, concedida pelo Festival de Cinema de Gramado, destaca a carreira de Marcos Palmeira que tem mais de uma centena de trabalhos, incluindo cinema, televisão e teatro. Coleciona vitórias e indicações em alguns dos principais festivais de cinema do país e da iberoamérica, como Prêmio Platino e Emmy. Em Gramado, levou seu primeiro Kikito pelo papel de Alpino em Dedé Mamata, em 1988. Durante a 43° edição do Festival de Gramado, Palmeira subiu ao palco do Palácio dos Festivais para homenagear seu pai, o cineasta Zelito Viana, que recebia o Troféu Eduardo Abelin na época. 

Como funciona os ingressos para as noites no Palácio dos Festivais. 

Este ano o Festival de Cinema de Gramado não está realizando venda de ingressos para as sessões noturnas no Palácio dos Festivais. O acesso ao local acontece mediante a doação de dois quilos de alimentos não-perecíveis para cada ingresso. A troca dos ingressos deve ser feita diariamente, para a sessão do mesmo dia, na secretaria do evento, na Sociedade Recreio Gramadense (Rua Garibaldi, 328).

A doação de dois quilos de alimentos,  preferencialmente leite, café ou óleo de cozinha será até 19 de agosto. Na noite de entrega dos Kikitos, dia 20 de agosto, a doação deve ser de quatro quilos. Cada CPF pode retirar, no máximo, dois ingressos por dia, mediante doação correspondente.

A operação de recolhimento e distribuição das doações ficará a cargo da Secretaria Municipal da Cidadania e Assistência Social e do Gabinete da Primeira Dama Jandira Tissot. As sessões matutinas e vespertinas, como Mostra Infantil, Mostra Gaúcha de Curtas e Mostra de Longas-Metragens Gaúchos, seguem tendo acesso liberado, sem a necessidade de troca de ingressos. 

PROGRAMAÇÃO DO DIA 12 DE AGOSTO

9h – Oficina: II MERCADO AUDIOVISUAL ENTRE FRONTEIRAS (1º encontro)

Local: Centro Municipal de Cultura de Gramado

Cinema Feminino de Fronteira – Território, Paisagens e Mulheres no Quadro Cinematográfico

Ministrante: Fran Rebelatto (UNILA, Paraná, Brasil)

16h – Abertura Oficial do 50º Festival de Cinema de Gramado com Orquestra Sinfônica de Gramado

Local: Rua Coberta

17h – Abertura da Rua Coberta

18h – Mostras Competitivas

Local: Palácio dos Festivais

O Fim da Imagem (PR), de Gil Baroni / 14’58”

A Mãe (SP), de Cristiano Burlan / 90’26”

Entrega do Troféu Cidade de Gramado para Araci Esteves

Deus Não Deixa (RJ), de Marçal Vianna / 20’45”

La Pampa (Peru, Chile, Espanha), de Dorian Fernández Moris / 105’44”

20 h – Mostra Competitiva de Documentários
Local: Canal Brasil

Ademã – A vida e as notas de Ibrahim Sued (RJ), de Isabel Sued Perrin e Paulo Henrique Fontenelle / 104’14”

PROGRAMAÇÃO DO DIA 13 DE AGOSTO

9h – Oficina: II MERCADO AUDIOVISUAL ENTRE FRONTEIRAS (2º encontro)

Local: Centro Municipal de Cultura de Gramado

Cinema Feminino de Fronteira – Território, Paisagens e Mulheres no Quadro Cinematográfico

Ministrante: Fran Rebelatto (UNILA, Paraná, Brasil)

9h – Reprise 

Local Teatro Elisabeth Rosenfeld, Câmara de Vereadores de Gramado

A Mãe (SP),de Cristiano Burlan / 90’26”

La Pampa (Peru, Chile, Espanha), de Dorian Fernández Moris / 105’44”

10h – Debate dos filmes concorrentes exibidos na noite anterior

Local: Recreio Gramadense / Sala de Debates

13h15 – Prêmio Assembleia Legislativa de Curtas Gaúchos
Mostra de Curtas Gaúchos

Local: Palácio dos Festivais

Bloco 1

Nós que fazemos girar (Porto Alegre), de Lucas Furtado / 20’11”

Sinal de Alerta Lory F (Porto Alegre), de Fredericco Restori / 18’53”

Drapo A (Encantado), de Alix Georges e Henrique Lahude / 18’40”

Possa Poder (Porto Alegre),  de Victor Di Marco e Márcio Picoli / 19’13”

Bloco 2

Olho por mim (Porto Alegre), de Marcos Contreras / 11’36”

Apenas para registro (Porto Alegre), de Valentina Ritter Hickmann / 15’19”

Johann e os Ímãs de geladeira (Porto Alegre), de Giordano Gio / 24’00”

Perfection (Gravataí), de Guilherme G. Pacheco / 14’54”

14h – Oficina: II MERCADO AUDIOVISUAL ENTRE FRONTEIRAS (1º encontro)

Local: Teatro Elisabeth Rosenfeld, Câmara de Vereadores de Gramado

Documentário Entre Fronteiras – Laboratório de desenvolvimento

Com Axel Monsu (Argentina) e Luiz Alberto Cassol (Brasil)

16h – Lançamento dos Livros “Um certo cinema gaúcho de Porto Alegre” de Boca Migotto

e 50 Olhares da Crítica sobre o Cinema Gaúcho, da ACCIRS.

Local: Teatro Elisabeth Rosenfeld, Câmara de Vereadores de Gramado

16h30 – “Memórias Sem Fronteiras: Apresentação Portal do Cinema Gaúcho” 

Mediação: Mônica Kanitz (ACCIRS/Cinemateca Paulo Amorim, Brasil)

Convidados:  Glênio Póvoas (Presidente da Ass. de Amigos da Cinemateca Paulo Amorim, Brasil) Fatimarlei Lunardelli (Núcleo de Pesquisa, Informação e Memória do Iecine, Brasil)
Local: Teatro Elisabeth Rosenfeld, Câmara de Vereadores de Gramado

16h30 – Debate dos Curtas Gaúchos

Local: Recreio Gramadense / Sala de Debates

17h – Abertura da Rua Coberta

18h – Mostras Competitivas

Local: Palácio dos Festivais

Mostra Competitiva

Último Domingo (RJ), de Joana Claude e Renan Barbosa Brandão / 17’07” *Audiodescrição disponível

O clube dos anjos (RJ), de Angelo Defanti / 98’00” *Audiodescrição disponível

Entrega do troféu Oscarito para Marcos Palmeira

Benzedeira (PA), de Pedro Olaia e San Marcelo / 15’01”

9 (Uruguai, Argentina), de Martín Barrenechea e Nicolás Branca / 105’00”

20h – Mostra Competitiva de Documentários

Local: Canal Brasil

Um par para chamar de meu (SP), de Kelly Cristina Spinelli / 82’00”

Publicidade


Publicidadespot_img
Artigos Relacionados
Leia também
CANELA - Na noite da última segunda feira, 22 de julho, o Centro Integrado de Desenvolvimento e Inovação de Canela - CIDICA realizou a cerimônia de formatura da primeira turma dos cursos do Programa RS Qualificação, programa o qual...
CANELA - A Festa Colonial, evento tradicional de Canela, teve mais um final de semana de intensa movimentação. Com uma variedade de atrações, a festa atraiu um grande número de moradores e visitantes, interessados em aproveitar as delícias típicas,...
Publicidade
Publicidade

Populares

Leia Mais

Iniciar conversa 👍
1
Seja bem vindo!
JD Canela
Olá! 😀
Quer receber notícias no seu WhatsApp?
Entre no nosso Canal de notícias.
Nos envie um "oi" e te enviamos o link para participar.