Número de atendimentos na tenda covid-19 do HCC dobrou em julho

60
Foto: Rafael Zimmermann/Prefeitura de Canela

O número de atendimentos na tenda do Hospital de Caridade de Canela cresceu mais de 100% em julho. Até domingo (26), foram atendidos 1.021 pacientes com sintomas gripais contra 482 atendimentos registrados em junho. Em prevenção ao coronavírus, a tenda foi montada em 13 maio. No total, receberam atendimento desde o começo da pandemia 1.719 pessoas. O investimento mensal da Prefeitura de Canela – interventora da casa de saúde – para manter a tenda incluindo profissionais, equipamentos e medicamentos, é de aproximadamente R$ 120 mil. No entanto, não foi apenas o número de casos que cresceu. Somente no mês de julho foram aportados cerca de R$ 250 mil para manter a estrutura.

Com o aumento no número de casos, o HCC investiu para suprir a demanda. Para amenizar as filas, foi contratado um segundo médico exclusivo para a tenda, das 10h às 22h, nos horários de maior fluxo, e mais um médico 24 horas na tenda. Os pacientes, por vezes, precisam aguardar atendimento médico, de acordo com a classificação de risco.

Publicidade

Conforme protocolo definido pela Secretaria Municipal da Saúde, além do atendimento médico, todos os pacientes suspeitos recebem um kit de medicamentos. “Estamos permanentemente preocupados em garantir o atendimento, com a maior rapidez possível”, explica a advogada Adriana Seibel, da comissão de intervenção do HCC.

Publicidade

O interventor do HCC, Luiz Cláudio da Silva, observa que o aumento no número de atendimentos não pode ser confundido com colapso no sistema. “Existe, sim, o aumento no número de atendimentos, mas não enfrentamos colapso no HCC. Continuamos investindo e trabalhando diariamente para qualificar a estrutura do nosso hospital. É importante que a comunidade mantenha os cuidados com distanciamento social, uso de máscara e de álcool em gel”, frisa Luiz Cláudio.