Nova Petrópolis questiona Estado sobre casos confirmados de COVID-19

90
Publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social contatou a Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul (SES/RS), por meio da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, nesta terça-feira, 16 de junho, para questionar a divulgação, dia 15 de junho, da primeira morte no Painel Coronavírus RS em Nova Petrópolis. O questionamento ocorreu em virtude do atestado de óbito do paciente declarar que a causa da morte foi linfoma não Hodgkin.

De acordo com a secretária Municipal de Saúde e Assistência Social, Claudia Pires, o Município recebeu o retorno da Coordenadoria de que, enquanto o Estado não alterar os critérios em relação ao controle da doença, o óbito deste paciente permanecerá no Painel Coronavírus RS. “A causa principal da morte foi o linfoma, mas, como ele morreu estando ativo para o novo coronavírus, o Estado mantém a divulgação no Painel do RS. A causa da morte não foi COVID-19, mas, com COVID-19, por isso permanece como óbito. É um entendimento do Comitê de Crise do Estado, que independe do Município”, explicou.

Publicidade

Nova Petrópolis também questionou a SES/RS, por meio da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, sobre a manutenção do primeiro caso registrado no Município, em 18 de maio, como positivo para COVID-19. O questionamento ocorreu porque apenas o primeiro teste realizado pelo homem resultou positivo e, os outros testes realizados durante a investigação epidemiológica deram negativo para o novo coronavírus. “De acordo com a 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, o Estado informou que manterá como positivo, de acordo com critérios epidemiológicos”, colocou a secretária Municipal.

Publicidade

Os infectologistas da SES/RS já estão trabalhando em um roteiro detalhando os critérios em relação ao controle do novo coronavírus, especialmente quando há infecção quando um paciente está internado em tratamento contra outra doença, para divulgar aos Municípios a fim de esclarecer questionamentos como estes apresentados por Nova Petrópolis.