Prefeitura de Gramado solicita oficialmente que Amesne libere música ao vivo em estabelecimentos comerciais

0
17
Publicidade

A Prefeitura de Gramado, por meio do secretário da Cultura, Ricardo Bertolucci Reginato e coordenador do Gabinete de Crise, Ubiratã Luiz Alves de Oliveira – Dr. Ubiratã, encaminhou documento oficial para a Associação dos Municípios da Encosta da Serra (Amesne), posicionando-se contrária a decisão de proibir a música ao vivo em estabelecimentos comerciais durante a vigência do plano de ação imposto pela associação.

No texto, elaborado pela procuradoria-geral do município, os membros do Executivo destacam que a atividade musical em restaurantes e hotéis em horário restrito, não pode ser confundida com bailes ou ambientes festivos. “Há centenas de pessoas que vivem da música na nossa região. Entendemos que é possível olharmos essa questão com bastante atenção e carinho para chegar a uma solução. É essa sensibilidade que tenho certeza que a Amesne terá para lidar com o tema”, avalia o prefeito Nestor Tissot.

Publicidade

Além disso, o município propôs protocolos específicos para a liberação da atividade musical nos estabelecimentos, condicionando sua execução ao horário máximo das 23h59 e volume controlado de modo a não interferir no volume da conversa ambiente.

O documento será apresentado pelo coordenador do Gabinete de Crise, o qual representa o município na Amesne Ubiratã Luiz Alves de Oliveira – Dr. Ubiratã, em reunião ainda nessa sexta-feira (11), e o tema deve receber um parecer final ainda hoje.

Publicidade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.