Polícia Civil prende suspeito de balear homem no Bairro Dutra

0
82
Publicidade

Na tarde de ontem, a Polícia Civil tomou conhecimento de que um homem havia dado entrada no hospital São Miguel ferido por disparo de arma de fogo. Imediatamente, foram iniciadas as investigações do fato.

Na ocasião, foi apresentado na Delegacia de Gramado, um adolescente pela Brigada Militar, o qual estava na casa onde ocorreu o fato e afirmava ser amigo da vítima, trazendo a versão de que a vítima teria sido baleada em uma tentativa de assalto, mesma versão dada informalmente pelo ferido.

Publicidade

No entanto, ao receber a informação de que um suspeito estava em frente ao imóvel onde ocorreu o fato, no bairro Dutra, Gramado, equipe da Policial Civil se dirigiu ao local e realizou a abordagem, identificando o homem, oriundo da Região Metropolitana, com diversos antecedentes policiais. Indagado, o suspeito revelou que, na verdade, o autor do disparo teria sido o adolescente apresentado na Delegacia de Polícia, sendo que o disparo teria sido acidental.

Na sequência, revelou que a arma estava escondida no mato, nos fundos da casa. Então, a arma foi apreendida, tratando-se de um revólver, calibre 38, com a numeração raspada, o qual estava municiado com três cartuchos intactos e um estojo deflagrado. Na sequência, com a prisão do comparsa, o adolescente foi novamente indagado e revelou que, na verdade, teria sido ele o autor do tiro que atingiu a vítima, afirmando que o disparo teria sido acidental, tendo ocorrido enquanto manuseava a arma.

A Polícia Civil também identificou uma mulher, que estava na casa e presenciou o fato, confirmando a versão de tiro acidental. Conforme a Polícia Civil, os envolvidos pertencem a facção que busca espaço no narcotráfico na cidade, bem como atua em outros crimes, especialmente assaltos. Eles estavam no imóvel há cerca de três dias, onde pretendiam instalar um ponto de tráfico.

Ainda foi apurado que o revólver apreendido foi aquele usado no assalto ocorrido em Loja de Celulares e acessórios, na Rua São Pedro, no dia 20 de abril. O homem detido em frente ao local do fato foi preso em flagrante por porte de arma de fogo com numeração suprimida. Ele confirmou que estava no local e fugiu após o disparo que atingiu o comparsa, tendo retornado ao endereço para buscar a arma, quando acabou preso.

O adolescente foi apreendido e entregue ao responsável legal para apresentação ao Ministério Público. Ele assumiu, em termo de informações, ter sido o autor do disparo. A vítima é oriunda de São Leopoldo e ostenta diversos antecedentes policiais. Todos estavam ocupando a casa onde seria instalado o ponto de tráfico e atuam na venda de drogas.

O disparo que atingiu o comparsa teria ocorrido ontem, por volta das 11h.
A prisão foi realizada pela Delegacia de Polícia de Gramado, responsável pelas investigações. O Delegado Gustavo Celiberto Barcellos, titular da DP Gramado, ressaltou o empenho e dedicação dos Agentes Policiais, com a rápida resolução do fato, sobremodo pela perspicácia ao desmascarar a versão inverídica do autor do disparo e da própria vítima, cujo objetivo era encobrir o fato e seus desdobramentos, já que estavam na casa, juntos, para a prática de crimes. Após os trâmites legais, o suspeito preso em flagrante foi recolhido ao sistema prisional.

Publicidade