Polícia Civil prende autor do duplo homicídio e apreende armas usadas no crime

21

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Canela, realizou ação policial para esclarecer o duplo homicídio praticado na cidade na madrugada desta quinta-feira (14), ocasião em que ao menos dois criminosos teriam adentrado em uma residência localizada na Rua João Simplício, no Bairro Eugênio Ferreira, e efetuado cerca de doze disparos de arma de fogo contra três vítimas. Na ação criminosa, ocorrida por volta das 0h25min, foram mortos Tiago Ricardo da Silva Santos, de 29 anos, e Anderson Alves Vidal, de 43 anos. Pablo Leonardo Bernardes, de 25 anos, também foi atingido por disparos, sendo socorrido ao Hospital de Caridade de Canela em estado grave e posteriormente transferido para hospital da região metropolitana.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pelas investigações, referiu que sua equipe trabalhou ininterruptamente desde que acionada minutos após o crime, ainda na madrugada. Segundo a autoridade policial, os esforços concentraram-se na identificação dos criminosos, apuração da motivação e apreensão das armas utilizadas pelos autores.

Publicidade

Na tarde desta quinta-feira, apenas algumas horas após o crime, a Polícia Civil apreendeu em flagrante um dos autores do crime, apreendendo também as armas de fogo utilizadas para a execução das vítimas. A ação policial concentrou-se no Bairro São Luiz, na localidade denominada “Beco dos Perotto”. O menor possui histórico de diversos envolvimentos em delitos na cidade. A Polícia Civil de Canela identificou, ainda, duas mulheres maiores de idade que estavam no mesmo local, ambas suspeitas de intermediarem as ordens – vindas do interior do Presídio Estadual de Canela – para execução das vítimas.

Publicidade

O Delegado Vladimir Medeiros informou, ainda, que o mandante do crime também foi identificado. Ele se encontra preso no estabelecimento prisional de Canela. Por fim, a autoridade policial informou que o segundo executor do crime segue sendo identificado.

Na ação, foram apreendidas duas armas de fogo, sendo um revólver calibre .38 e uma pistola .22, além de munições.

O Delegado Vladimir Medeiros referiu, mais uma vez, que os homicídios em Canela, geralmente ligados à guerra entre facções rivais do tráfico de drogas, são prioridade para a Delegacia de Polícia, que detém excelentes índices de resolução e prisão em delitos dessa natureza, reiterando o compromisso dos policiais civis no combate à criminalidade na cidade.