Criminosos que planejavam atentar contra vida de policial foram presos em Gramado

86
Publicidade

Na tarde de quinta-feira, dia 11, o setor de investigação da Polícia Civil descobriu que indivíduos planejavam atentar contra a vida de um policial militar e de sua família. A intenção dos criminosos era demonstrar força e agir em represália às ações realizadas pelos órgãos de segurança na cidade de Gramado.

Diante da informação, o Delegado Gustavo Celliberto Barcellos, titular da delegacia de Gramado reuniu-se com o Major Márcio Borba Fernandes, que responde pelo Comando do 1° BPAT, com fim de planejar a operação para identificar e prender os criminosos.

Publicidade

Aproximadamente trinta policiais, militares e civis, foram acionados e deslocaram para o local onde os indivíduos estavam. Quando da chegada ao endereço, os indivíduos fugiram em direção aos fundos das casas, em uma área de mata, porém foram alcançados pelos agentes e presos. Os três criminosos, com vasta ficha criminal, foram conduzidos para a delegacia. Ainda, com um deles foi apreendida uma pequena quantidade de droga.

Publicidade

Os Delegados Heliomar Athaydes Franco, titular da 2 Delegacia de Polícia Regional, e Gustavo Celiberto Barcellos, titular da Delegacia de Gramado, destacam que o Setor de Investigações da Delegacia de Gramado monitora permanentemente as ações de grupos criminosos, buscando antecipar e, na medida do possível, evitar que empreitadas criminosas se concretizem. Ainda, ressaltam que qualquer ação, ameaça, plano ou cogitação atentatória a policiais civis e militares, bem como às instituições, deve ser repelida prontamente. A união e conjugação de esforços entre a Polícia Civil e a Brigada Militar sempre vai prevalecer em face da criminalidade local.

O Major Fernandes, respondendo pelo Comando do 1°BPAT, de Gramado, afirma que a ação se desencadeou de forma rápida. Tão logo repassada a situação pela Polícia Civil, foi remanejado o efetivo da Força Tática que estava em instrução, com escopo de realizar o apoio solicitado, demonstrando a plena integração entre as instituições de segurança pública e supremacia de força perante a criminalidade local.