Corsan recebe canos para concluir rede adutora de água na Várzea Grande

6
Foto: Carlos Borges

A Unidade de Saneamento da Corsan Gramado-Canela recebeu na tarde de segunda-feira, dia 16, 470 metros de canos em aço, 250 mm, para concluir a rede adutora de água tratada que beneficiará a Várzea Grande. A rede ligará o poço perfurado na estrada da Linha Moreira (antigo Chocolate do Parke) e futuros poços ao sistema de armazenamento da rua Miguel Tissot. Este serviço complementa as obras já executadas no bairro, como a rede adutora de 1.000 metros em PVC 250 mm. Os canos estão depositados no pátio de um posto de combustíveis na RS-373.

A chegada dos canos e a previsão de realização do serviço foram detalhados ao prefeito Fedoca Bertolucci pelo gestor da Unidade de Saneamento Especial das Hortênsias, Lutero Cassol. Para o prefeito Fedoca, “é mais um componente da retomada de relações do município com a Corsan, cujo processo de aproximação se iniciou em 2017”.

Publicidade

INVESTIMENTOS

Publicidade

Lutero Cassol informou que esta obra vem se somar a outras que já foram executadas e que estão em andamento em Gramado e Canela, com o objetivo de melhorar o abastecimento de água nos dois municípios. Entre elas estão a abertura de quatro poços artesianos nos bairros Várzea Grande, Moura, Piratini e Dutra. Recentemente ocorreu a interligação do booster Florybal (na estrada Gramado-Canela), que reforça o abastecimento para Gramado. A pouco mais de um ano foi inaugurado o reservatório de 3 milhões de litros de água nas proximidades do parque Aldeia do Papai Noel, além de executadas outras obras estruturais para garantir o abastecimento.

Estas obras integram o Plano de Ação do Sistema Integrado das Hortênsias, um conjunto de investimentos da Corsan em captação, tratamento e distribuição de água, além da ampliação do tratamento do esgoto cloacal, totalizando R$ 240 milhões.

Uma das obras previstas até 2024 é a adutora de água tratada Canela-Gramado, numa extensão de 15,7 Km em ferro, 500 mm, que está em fase de licitação. Também estão previstas a construção de dois reservatório, de dois milhões de litros cada no ExpoGramado e na Linha Carazal.

Publicidade