Brigada Militar apresenta balanço de ações de 2021 no 1º BPAT

0
26
Publicidade


Nessa semana o 1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (1º BPAT) finalizou a contabilidade de suas ações, prisões e apreensões ocorridas no ano de 2021. Com 14.716 ocorrências atendidas, o destaque vai para a redução do número de furtos e roubo a estabelecimentos comerciais, e no aumento nas apreensões de armas e no volume de drogas na região, que passou de 91 quilos.

O 1º BPAT é composto por 10 municípios, da Região das Hortênsias, Campos de Cima da Serra e parte do Vale do Paranhana. Durante todo o ano de 2021 foram 2.302 prisões, 217 a mais que em comparação ao ano anterior.

Publicidade

Houve diminuição do número do crime de furtos: 1640, 134 ocorrências a menos. Diminuição do crime e aumento no número de prisões relacionado aos furtos: 146, um aumento de 28% em relação a 2020.

Também aumentou o número de prisões por receptação: 27 (em 2020 foi 18), embriaguez ao volante: 72 (58 em 2020), estelionato:18 (3 em 2020), e referente aos crimes da Lei Maria da Penha:125, contra 105 no ano anterior.

O número de pessoas abordadas com drogas (usuários) também aumentou: 317 em 2021, quando em 2020 foram 281. O número de prisões por tráfico não chegou ao número do ano anterior (pequena diferença): foram 227 contra 233, mas o volume de droga apreendida aumentou circunstancialmente: em 2021 foram apreendidos em todo o Batalhão Turístico 91,3 quilos, sendo que no ano de 2020 havia sido 28,9 quilos (aumento de 215%), e em 2019 pouco mais de 7 quilos. Foram 85,1 kg de maconha, 5 kg de cocaína e 1,2 kg de crack. Aumento também de apreensões de drogas sintéticas: ecstasy aumentou de 272 para 904 comprimidos. LSD foram 384 pontos contra 79 em 2020.

Outro número importante foi de armas retiradas das ruas pelos Policiais Militares no ano de 2021: 96 armas, sendo que em 2020 havia sido 73. Aumento superior a 30%. Os números são resultado do trabalho diuturno dos Policiais Militares nas ruas através de ações de policiamento ostensivo, realizado de forma estratégico e com ações de inteligência.

No ano de 2021 foram 146.518 pessoas abordadas e identificadas, aumento de quase 13% em relação ao ano de 2020. O número de veículos abordados e fiscalizados também aumentou: foram 81.821, 30% a mais que no ano anterior. Ainda realizadas 6458 barreiras policiais.

GRAMADO – Mais prisões e mais apreensões de drogas

No município de Gramado a Brigada Militar atendeu no ano de 2021 quase 2.500 ocorrências, 26.684 pessoas abordadas e identificadas, mais de 12.500 veículos fiscalizados e quase 800 barreiras policiais.

Foram 491 prisões, aumento de 30 % em relação ao ano de 2021. Foram 19 prisões por furtos (10 em 2020), 14 foragidos/ procurados (11 em 2020), 92 pessoas com drogas (usuários) – havia sido 50 em 2020. Também aumentou o número de prisões por embriaguez ao volante: 22 (em 2020 foi 15).

O número de tráficos diminuiu, 28 em 2021, sendo que foram 40 no ano anterior, mas a quantidade de drogas apreendidas, assim como em toda a área do batalhão aumentou. Foram mais de 14 quilos apreendidos, destaque para a quantidade de maconha: 13,4 kg, sendo que em 2020 havia sido pouco menos de 8 kg.

NOVA PETRÓPOLIS – Mais prisões menos ocorrências de furtos

O município de Nova Petrópolis a Brigada Militar atendeu 968 ocorrências, praticamente o mesmo número do ano anterior (966). Mas aumentou o número de abordagens, barreiras policiais foram 746 (342 em 2020), 16.141 pessoas identificadas (11.547 em 2020) e 8.595 veículos fiscalizados (6.128 em 2020). O número de prisões também aumentou: 218 (aumento de mais de 50% em relação ao ano anterior).

Nos números de crimes houve reduções: ocorrências de furtos foram 69 (88 em 2020). Em 2021 não houve roubo a estabelecimento comercial nem roubo de veículos (segundo ano em ocorrência nestes índices).

Os números de apreensões de drogas também aumentaram. Indivíduos presos com drogas (usuários) aumentaram de 29 para 57. Traficantes presos foram 16 no ano de 2021. A quantidade de maconha mais que triplicou: foram 2,5 kg em 2020e mais de 8 kg em 2021. Cocaína também teve mais apreensões em 2021: 2,6 kg, contra 1,6 em 2020.

Capitão Lemartine Venzo, comandante da 1º Companhia – Gramado (responsável pelo policiamento de Gramado e Nova Petrópolis), destaca o trabalho da corporação no município: “As ações desenvolvidas em toda a área da 1° Cia, com aumento de prisões e redução de índices criminais, retratam um comprometimento do efetivo com as estratégias do comando, visando a prestação de um serviço de qualidade para a comunidade”.

CANELA – Aumento na apreensão de armas e redução de 45% nos furtos

Foram mais de 3.900 ocorrências atendidas ao longo do ano de 2021, 665 barreiras policiais, 22.295 pessoas identificadas e 9.680 veículos fiscalizados. O número de prisões aumentou: 707 (656 em 2020). Destaque ainda para o número de armas retiradas das ruas: 54 (aumento de 130%).

O número de pessoas com drogas (usuários) foi praticamente os mesmos: 75 (2020 foi 72), porém os traficantes presos aumentaram: 115 (2020 foram 75).

A apreensão de drogas também aumentou: mais de 30,3 quilos em 2021. Cocaína quase dobrou: de 871 gramas para 1,5 kg. Crack passou de 126 gramas em 2020 para 514 gramas em 2021. A maconha mais que quadriplicou em quantidade: foram 28,8 kg (em 2020 foram 6,4 kg). As drogas sintéticas em Canela também foram mais apreendidas: 641 (contra 2 em 2020) e 264 (contra 13 do ano anterior), respectivamente.

Nos indicativos criminais houve grande redução nos números de furtos, quase 45% a menos: 386. Também redução no número de roubo a estabelecimento comercial: 4 ocorrências em 2021 (contra 11 em 2020).

SÃO FRANCISCO DE PAULA

A Brigada Militar de São Francisco de Paula atendeu 1.274 ocorrência atendidas. Em destaque o aumento do número de prisões em quase 50%: foram 140 no ano de 2021. Houve grande redução nas ocorrências de furtos no município: 250 (327 em 2020). Inclui-se nesses números a redução do furto abigeato (subtração de animais do campo): de 63 para 43 ocorrências.

O número de armas apreendidas pelos Policiais Militares também aumentou: 18 (foram 15 em 2020). Números de prisões de indivíduos com drogas (usuários) passou de 2 para 14. Traficantes presos também aumentaram de 7 para 13. Na apreensão de drogas, aumento de 10 vezes o volume de maconha: 1,170 quilo de maconha em 2021 (162 gramas em 2020).

Capitão Ubirajara da Rocha Dill, comandante da 2ª Companhia – Canela (responsável pelo policiamento ostensivo de Canela e São Francisco de Paula), destaca o trabalho realizado no ano de 2021: “O ano de 2021, foi mais um período turbulento, dado as adversidades da pandemia e das contaminações do COVID-19. A política forte de combate ao crime, implementada pelo comando do 1º BPAT, foi o diferencial nos números obtidos. A redução nos crimes de furto e roubo, nos dá a certeza que estamos no caminho certo. Agradecimento especial ao Comandante do 1º BPAT, Tenente Coronel André Lima da Silva, que nos alcança sempre os meios que necessitamos para fazer frente aos problemas voltados a criminalidade, seja com aporte de recursos materiais e/ou humanos. Mas a efetividade dos resultados está na motivação da tropa, onde Canela, dispões de efetivo qualificado e com alto grau de comprometimento com a atividade policial. Vamos seguir firme e buscando atingir cada vez mais nossos objetivos, que a redução ainda mais acentuada dos índices de criminalidade, proporcionando a comunidade canelense uma sensação maior de segurança. São Francisco de Paula, que é nossa subordinada, também apresenta uma estabilidade nos índices, dado o empenho e profissionalismo do efetivo local. Um feliz e melhor 2022 a Comunidade Canelense”.

IGREJINHA

No município de Igrejinha a Brigada Militar realizou 423 prisões, atendeu mais de 2 mil ocorrências. Foram 1.370 barreiras policias, com mais de 28,5 mil (18 mil em 2020) pessoas e mais de 19 mil carros (10,5 mil em 2020) abordados e identificados.

Nas prisões destaque para o aumento por receptação de veículos: foram 10 presos pelo crime, contra 3 em 2020. Os presos por embriaguez ao volante também aumentaram na mesma proporção: 10 em 2021, sendo que em 2020 haviam sido 3.

TRÊS COROAS

No município de Três Coroas a Brigada Militar atendeu no ano de 2021 3.221 ocorrências. Foram mais de 17,7 mil pessoas identificadas e mais de 12,4 mil veículos fiscalizados. Barreiras policiais foram 701.

Nas apreensões de drogas, destaque para o grande volume de maconha: 31,9kg, sendo que em 2020 foram 2,4 kg.

Capitã Francieli Ronsoni, comandante da 3ª Companhia – Igrejinha (responsável pelo policiamento ostensivo de Igrejinha e Três Coroas), faz um balanço da atuação da Brigada Militar no ano de 2021: “Mesmo com a pandemia e com o aumento de ocorrências atípicas que demandaram a Brigada Militar, seguimos seguiu com as barreiras e operações policiais que visaram a diminuição dos crimes que envolvem drogas e armas, obtendo resultados satisfatórios. Os índices continuam reduzidos se comparados com realidades próximas e foi possível atender a população em seus chamados. Agradecemos a parceria com a população Igrejinhense e solicitamos que denuncie se verificar a ocorrência de algum crime ou conduta suspeita”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.