Secretaria de Saúde intensifica ações de prevenção e tratamento do HIV

0
105
Publicidade

Campanha Dezembro Vermelho de 2021 tem como tema: ‘Diga não ao preconceito! Previna-se! Faça o teste! HIV tem tratamento e a Aids pode ser evitada’.

A Prefeitura de Canela, por meio da Secretaria de Saúde, está intensificando as ações de prevenção e tratamento da Aids – Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, alinhada a campanha do Ministério da Saúde Dezembro Vermelho de 2021, que tem como tema ‘Diga não ao preconceito! Previna-se! Faça o teste! HIV tem tratamento e a Aids pode ser evitada’. Diversos serviços são oferecidos ao longo de todo ano pela Secretaria de Saúde como o fornecimento gratuito de preservativos em todas as UBS’s – Unidades Básicas de Saúde e no Hospital de Caridade de Canela (HCC), além de testes de HIV e de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST’s) como Sífilis e Hepatites B e C.

O tratamento por meio de medicamentos da Profilaxia (Pós-Exposição/PEP e Pré-Exposição/PrEP) também é disponibilizado pela Prefeitura. A enfermeira Caline Bianchi Andrade, coordenadora do SAE Hortênsias – Serviço de Atenção Especializada, ressalta a importância do diagnóstico e do tratamento adequado do HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). “Muitas vezes as pessoas por medo e preconceito não procuram as UBS’s para fazer o teste de detecção. A doença não tem cura, mas pode ser tratada quando diagnosticada a tempo, melhorando a qualidade de vida do infectado. Para isso, a rede pública oferece tratamento, diagnóstico e medicamentos para controle do HIV/Aidas”, explica Caline.

Publicidade

Os serviços para o tratamento da Aids e de outras doenças sexualmente transmissíveis são disponibilizados no SAE Hortênsias que funciona no antigo prédio do Centro Materno Infantil, agora denominado como Centro de Especialidades (Rua João Pessoa, nº 104, Centro). O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h. Mais informações pelo telefone (54) 3282-5174, no Instagram @saecanela e no Facebook @SaeHortênsias.

PALESTRAS EM EMPRESA

Dentro das ações da campanha ‘Dezembro Vermelho’, na última quinta-feira (2), a enfermeira Caline Andrade, acompanhada pelas agentes de saúde Tatiana Macedo e Lucimara de Moraes e pela técnica em enfermagem Jaqueline Spall, da UBS Canelinha, estiveram na empresa Dauper. Na ocasião, as profissionais da saúde ministraram palestras para as equipes de colaboradores e também disponibilizaram testes de HIV, Sífilis, Hepatite B e C. “Os testes rápidos são práticos e de fácil execução, sendo que fornecem o resultado em no máximo 15 minutos. Procure uma Unidade de Saúde próxima da sua casa e faça o teste”, comenta a secretária de Saúde, Patrícia Valle.

CATEDRAL DE PEDRA EM VERMELHO

Nos dias 20 e 21 deste mês a Catedral de Pedra ganhará iluminação vermelha como forma de lembrar e fortalecer a luta contra o HIV/Aids. Dezembro é o mês mundial da mobilização contra o vírus e a doença.

O QUE É PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO (PEP)?

Tratamento para pessoas que tiveram exposição sexual consentida ou por violência sexual, além de pessoas que foram expostas a materiais perfurocortantes contaminados. Trata-se de uma urgência médica e deve ser iniciada o mais rápido possível (preferencialmente nas primeiras duas horas após a exposição de risco e no máximo em até 72 horas).

O QUE É PROFILAXIA PRÉ-EXPOSIÇÃO (PrEP)?

Tratamento voltado para pessoas com risco aumentado de adquirir a infecção, como parceiros de pessoas contaminadas com HIV, trabalhadores e trabalhadoras do sexo, indivíduos com episódios frequentes de infecções sexualmente transmissíveis, pessoas trans, pessoas que fazem relações sexuais sem proteção. Consiste no uso de antirretrovirais (ARV) para reduzir o risco de adquirir a infecção pelo HIV. Essa estratégia mostrou-se eficaz e segura em pessoas com risco aumentado de adquirir a infecção. A PrEP faz parte das estratégias de prevenção combinada do HIV.

PREVENÇÃO

Dentro do conjunto de ferramentas da prevenção combinada, inserem-se também: testagem para o HIV; Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP); uso regular de preservativos; diagnóstico oportuno e tratamento adequado de infecções sexualmente transmissíveis (IST); redução de danos; gerenciamento de vulnerabilidades; supressão da replicação viral pelo tratamento antirretroviral; imunizações.

Fotos: Divulgação

Publicidade