Saúde alerta para a importância da vacinação contra febre amarela

0
67
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Publicidade

Intensificar a vacinação contra a febre amarela nos municípios da região, caracterizados como prioritários para as ações de controle da febre amarela no Rio Grande do Sul, é a orientação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS). Na lista destes municípios está Canela. A secretaria de Saúde de Canela informa que a vacina está sendo disponibilizada nas terças-feiras, no Centro Materno Infantil e nas Unidades de Saúde do Santa Marta e São Luiz e nas quintas-feiras, nas Unidades de Saúde dos bairros Canelinha e Leodoro de Azevedo das 8h às 12h e das 13h às 16h30.

A secretária municipal de Saúde, Patrícia Valle ressalta que “estamos realizando essa orientação porque a vacinação é a forma mais eficaz de se proteger contra a febre amarela e é essencial para eliminar a doença no nosso Estado. Canela não é considerado uma área de risco, porém, acreditamos na necessidade de um cuidado especial”, ressaltou.

Publicidade

BUGIO, NÃO TRANSMITE FEBRE AMARELA


A Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana alerta a população que o macaco Bugio não transmite a Febre Amarela. Quem transmite é o mosquito que vive na copa das árvores (do gên. Haemagogus ou gên. Sabethes). Quando há circulação do vírus da Febre Amarela, os Bugios começam a morrer porque são mais sensíveis e alertam as pessoas para se prevenirem.

Moradores que encontrarem bugios mortos que comuniquem imediatamente a Vigilância Ambiental através do telefone 3282.5170. O papel da população é fundamental e de grande importante para todos. Com a intensificação da Vacinação, se equilibra essa luta. As áreas de mata são favoráveis a preservação do ciclo do vírus da Febre Amarela e o Bugio é uma das vítimas.


Conforme a enfermeira Magali Dell Vale Cavinatto, da Vigilância em Saúde de Canela, no censo rural de 2019, a secretaria identificou muito pouco morador da zona rural que não tenha se imunizado contra a doença. “Estamos sempre em contato com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Canela que é nosso parceiro de divulgação e monitoramento de muitas questões no interior” afirmou Magali. “Ajude a preservar os animais que vivem em Canela. O bugio não transmite febre amarela”, afirma o secretário de Meio Ambiente, que também é biólogo, Jackson Müller.

Publicidade