Prefeito tenta em Porto Alegre evitar prejuízos à Gramado

0
108
Prefeito Nestor Tissot -Crédito: Divulgação
Publicidade

Preocupado com os rumos da economia e diante da situação crítica de empresas do município, o prefeito de Gramado Nestor Tissot esteve em contato com os deputados estaduais Ernani Polo e Sérgio Turra, além do presidente do Progressistas, Celso Bernardi para tentar sensibilizar o governador Eduardo Leite (PSDB) quanto ao prejuízo que a bandeira preta e a suspensão da cogestão provocarão à região. Por determinação de Leite, a bandeira preta permanece até o dia 21.

Por telefone, Nestor argumentou junto aos deputados e o líder partidário a necessidade da retomada da cogestão pelo município. “Nossa prioridade sempre será a saúde e salvar vidas, porém estamos vivendo momentos difíceis, nossas empresas não suportarão praticamente um mês de portas fechadas. Gramado possui comércios que estão na UTI, não há mais fôlego para suportar a falta de flexibilização por parte do governo do Estado”, disse o prefeito.

Publicidade

“Não estamos fazendo economias no quesito saúde, autorizei a compra de medicamentos e também investimentos em 15 leitos do Hospital Arcanjo São Miguel. Em apenas dois meses, compramos mais de R$ 1 milhão em remédios, além da ampliação dos horários de funcionamento do Ambulatório Covid-19. Montamos estratégias de guerra contra a doença, mas o governador precisa entender que Gramado é totalmente diferente das demais cidades do Estado”, completou Nestor.

Publicidade