Em Gramado, ações contra a Covid-19 atendem protocolos de saúde

44

A pandemia do novo coronavírus alterou o ritmo e o funcionamento de todo o mundo – e com Gramado não seria diferente. No entanto, mesmo com estas mudanças na forma de socialização, a cidade tem retomado aos poucos os seus serviços e as suas atividades econômicas.

Esta reabertura gradual, de acordo com o prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, atende a exigências estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pela Secretaria Estadual da Saúde e pelo setor de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Gramado. “Como o coronavírus não tem cura conhecida, não podemos enfrentar a doença. Temos que desviar dela. E Gramado tem feito isso de forma que trata de normatizar o comportamento dos serviços e das pessoas que circulam pelo município. Tudo isso com o propósito de ter um ambiente saudável para todos, obedecendo as regras de isolamento e distanciamento social”, confirma o prefeito.

Publicidade

Que a gente prossiga”

Publicidade

A tomada de decisões, em Gramado, é norteada por protocolos com a intenção de proteger a saúde da população e dos visitantes. Contudo, de acordo com o prefeito, como a ciência médica não fornece respostas pontuais sobre o que fazer, quando e como agir, não há como planejar objetivamente o futuro próximo da cidade. “Por isso que nosso apelo agora é para que a gente prossiga com muita cautela”, assegura.