Dois criminosos morreram em confronto com a BM em Três Coroas

0
141
Publicidade

Uma ocorrência na noite de terça-feira (02) que começou na Cidade de Três Coroas, com um roubo a residência, onde além dos pertences foi levado o carro da família, terminou com confronto na RS 020 em Taquara, com as guarnições do 1° BPAT – Gramado e do 32° BPM de Sapiranga.

Por volta das 20h30, a Brigada Militar de Três Coroas foi acionada, via 190, para averiguar uma ocorrência de roubo a residência, ocorrido na Estrada Geral da Figueira, Bairro Figueira, onde indivíduos armados invadiram uma casa amarraram a família e levaram o veículo Kia Cerato de cor Branca, ainda uma espingarda de pressão, um par de tênis, um aparelho celular e dinheiro. Depois os criminosos foram até a casa dos pais da primeira vítima e também anunciaram o assalto, deixando os dois moradores amarrados, roubando desta residência duas facas, dois aparelhos celulares, jóias e dinheiro. Os criminosos ainda fizeram uma refeição na cozinha da vítima e posterior deslocaram do locam em sentido a RS020. As vítimas logo após o ocorrido conseguiram se soltar, ligando para a Brigada Militar.

Publicidade

As guarnições iniciaram as buscas juntamente com as guarnições da Forca Tática e demais viaturas da Brigada Militar dos municípios limítrofes.

Publicidade

Moradores informaram a BM que um veículo teria sido abandonado na RS 020 e os tripulantes não seriam da localidade. Os Policiais Militares foram ao local e se depararam com dois indivíduos armados que saíram do interior de um mato na beira da estrada. Logo ao perceber a presença da viatura os indivíduos realizaram disparos de arma de fogo em direção as guarnições. Houve troca de tiro e um indivíduo foi atingido e caiu, enquanto o outro voltou para o mato.

O mato foi cercado e as buscas continuaram. Quando o criminoso tentou sair novamente do mato, se deparou com outra guarnição, onde houve novo confronto e o individuo foi alvejado.

No interior do veículo Kia/Cerato foram localizados os objetos que foram roubados das residências das vítimas.

Os autores, o primeiro de 35 anos, com antecedentes por adulteração de sinais veiculares, estupro de vulnerável, furto qualificado, homicídio doloso, roubo a comércio e roubo a residência e o outro autor, ainda não confirmado, mas acredita-se ser um homem de 20 anos, antecedentes por tráfico de drogas, foram socorridos ao hospital onde acabaram entrando em óbito. As armas dos criminosos foram apreendidas, cada um estava com um revólver, com munições deflagradas e intactas.

Publicidade