Dia de protesto e comércio com portas abertas em Canela e Gramado

0
150
Publicidade

Durante a manhã desta terça-feira, empresários dos ramos da gastronomia, hotelaria e comércio, com apoio de muitas pessoas da comunidade de Canela e Gramado, participaram de uma grande manifestação em prol da flexibilização das atividades econômicas. As manifestações ocorrem nos pórticos de Gramado, nas ERS-235 e 115 e também na divisa entre os dois municípios. Também houve uma concentração de adeptos na frente da Igreja Matriz de Canela.

Conforme o empresário Rodrigo Hennemann, um dos organizadores do protesto, o decreto de flexibilização do comércio e dos restaurantes proposta pelo Governo do Estado não atende as necessidades do setor turístico. Ainda segundo o empresário, se o comércio não abrir, o turismo não reabre. Um encontro realizado ainda no domingo (21) entre empresários de Canela e Gramado já manifestava o anseio pelo retorno das atividades, pois acreditam que o turismo não é o culpado peloavanço da pandemia.

Publicidade

Já na segunda-feira (22) muitos estabelecimentos em Canela e Gramado, que estavam fechados à dias optaram por abrir as portas e retomar as atividades. Nesta terça-feira (23) a adesão foi ainda maior e muitos comércios estavam de portas abertas buscando seguir com as atividades e evitar demissões.

Publicidade