Conselheiro tutelar alerta para crescimento de abusos e exploração infantil em Gramado

0
59
Publicidade

Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi tema da tribuna do povo.

O conselheiro tutelar Sílvio Luciano de Andrade, conhecido como Faustão, ocupou a tribuna do povo na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Gramado nesta segunda-feira, dia 16. Ele falou sobre o aumento da violência sexual contra crianças e adolescentes e trouxe números alarmantes sobre a temática. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes ficou marcado no dia 18 de maio, semana onde ocorrem diversas ações de prevenção contra esse tipo de abuso, e data em que a menina Araceli, de apenas 8 anos, foi drogada, violentada e morta.

“Cerca de 100 crianças e adolescentes são estupradas por dia no Brasil, é um levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com a Unicef, levantamento divulgado em 2020. Crianças de até 10 anos representam quase 35%, mesmo assim os números não refletem a gravidade da violência sexual no país, pois nem todos estados disponibilizam informações sobre a faixa etária das vítimas”, declarou o conselheiro.

Publicidade

O estudo citado por Faustão ainda aponta que a prevalência deste tipo de violência ocorre na residência das vítimas e na maioria dos casos (86%) os autores são conhecidos. “Quando falamos em educação sexual, muitas vezes as pessoas entendem de forma errada. Não é ensinar as pessoas sobre sexo e, sim, mostrar para a criança que existem toques inadequados e que ela precisa comunicar se algo assim ocorrer. Educação sexual é fundamental para coibir esse tipo de violência”, defendeu em tribuna.

Segundo Sílvio, no Conselho Tutelar de Gramado 70% dos atendimentos são de abuso sexual contra a criança e o adolescente, número que vem crescendo. A instituição está trabalhando na prevenção através da informação, um método utilizado pelos profissionais é o “semáforo do toque”, que alerta as crianças para compreenderem onde adultos não podem tocar. A iniciativa preventiva ajuda a zelar pela segurança e bem-estar dos menores.

“Estamos preocupados com o crescimento da violência contra crianças e adolescentes, precisamos de políticas públicas focadas para combater esse tipo de crime, estamos perdendo essa guerra”, alertou Faustão.

Proteja nossas crianças

Para denúncias contra este tipo de crime o Conselho Tutelar de Gramado disponibiliza os seguintes contatos:
Disque 100, onde não haverá identificação do denunciante.
Plantão: (54) 3286-4174
WhatsApp: 54 9 9977-1973
O Conselho Tutelar fica localizado no bairro Piratini, na Rua Getúlio Vargas, 484, junto ao prédio da Secretaria da Assistência Social.

Foto: Ascom/Prefeitura de Gramado

Publicidade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.