Aulas presenciais voltam a partir de quarta-feira em Gramado

0
57
Publicidade

Alunos da educação infantil e do ensino fundamental da rede pública de ensino de Gramado retornarão às aulas presenciais nesta quarta-feira (5). O cronograma elaborado pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Educação, prevê a volta gradual dos estudantes, obedecendo o distanciamento e 50% do teto de ocupação nas salas de aula, de acordo com o decreto assinado pelo governador Eduardo Leite.

A secretária da Educação, Simone Tomazelli Andreis destaca a importância do retorno dos estudantes às salas de aula. “É importante ressaltar que, além da necessidade pedagógica, a retomada gradual das atividades presenciais promove a qualificação do aprendizado social necessário para essa etapa do enfrentamento da pandemia”, disse. “Considera-se que após um ano de acesso à informação sobre o coronavírus, a população detém melhores condições de entendimento e adesão às normas sanitárias estabelecidas para retomada das aulas presenciais”, completou.

Publicidade

“Neste momento, a retomada ocorrerá de acordo com as possibilidades e condições viáveis diante da situação pandêmica, empreendendo esforços de todos os envolvidos na ação educativa, mesmo que estejamos suscetíveis a avanços e retrocessos, para retomar as aprendizagens e superar as limitações advindas do longo período de afastamento do atendimento presencial”, destaca a secretária.

Simone explica como vai ocorrer o retorno seguro dos estudantes. “Para garantir o distanciamento estipulado pelo governo do Estado, cada turma será dividida em dois grupos que se alternarão, em escala semanal, ou seja, 50% da ocupação das salas de aula a cada semana, no caso do ensino fundamental e turmas de pré II, em atividades presenciais e remotas”, explicou. “O retorno às aulas presenciais exige atenção redobrada e atitudes conscientes de professores, alunos e pais. Por isso, as escolas serão reabertas com todos os cuidados”.

Já com relação as crianças menores, a secretária da Educação, explica que, as turmas da educação infantil atendidas pelo município, que compreendem berçários, maternais e pré I, também serão divididas, respeitando a lotação regulamentar, em 50% dos alunos no turno da manhã e outros 50% no turno da tarde. “A proposta de retomada das atividades presenciais nas escolas está pautada em ações que visam garantir um ambiente educacional acolhedor, organizado e seguro para atender os estudantes”, pontua Simone.

É necessário que a comunidade esteja unida para colaborar e cooperar para que as escolas possam atender a todos. “É relevante pontuar que o espaço de socialização na escola carrega consigo potencialidades reais de aprendizado para, inclusive, auxiliar no processo de superação da pandemia, na medida em que os próprios estudantes podem aprender e se transformar em agentes multiplicadores de uma cultura sanitária preventiva. Com viabilidade legal e técnica, a retomada presencial das atividades escolares não é só uma possibilidade, mas uma necessidade, sobretudo quando se avalia os benefícios educacionais, sociais, econômicos e de saúde pública”, conclui.

As turmas de pré II, atendidas nas escolas estaduais, seguirão as orientações da Secretaria Estadual da Educação e da 4ª Coordenadoria Regional da Educação de Caxias do Sul.

Publicidade