1,5 mil desempregados terão direito a viagens gratuitas de ônibus em Gramado

48
Publicidade

Há um ano os gramadenses, assim como o restante da população mundial, vivem os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus. Impossibilitados de abrir os comércios e as empresas, muitos ficaram desempregados e buscam uma realocação no mercado de trabalho. Pensando nisso, a Prefeitura de Gramado, por meio das Secretarias de Cidadania e Assistência Social e Trânsito e Mobilidade Urbana, encaminhou para a Câmara de Vereadores o projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a adquirir 1.500 blocos contendo 50 unidades de passagens cada, que serão distribuídos às pessoas que estiverem desempregadas.

O prefeito Nestor Tissot destaca a importância da passagem social aos moradores de Gramado na busca de trabalho. “Nosso objetivo é beneficiar a parcela da população mais atingida pelos efeitos da pandemia, neste caso o trabalhador. Queremos beneficiar 1.500 moradores da cidade com a distribuição gratuita dos blocos de passagem, permitindo assim o acesso de todos ao transporte público”, explica. “O benefício, mesmo que temporário, vai contribuir com o regresso ao mercado de trabalho impulsionando a retomada economia da cidade”, conclui o prefeito.

Publicidade

O projeto foi aprovado na última segunda-feira (22) e as passagens foram entregues na tarde de ontem (25) pela empresa Gramado Turismo, responsável pelo transporte coletivo público de Gramado. De acordo a secretária de Cidadania e Assistência Social Vera Simão, o município destinará as passagens adquiridas, preferencialmente, aos beneficiários dos programas sociais do Governo Federal, aos inscritos do cadastro único e as pessoas que estiverem na condição de desempregadas no sistema de dados da Agência do Trabalhador.

Publicidade