Curso de Hotelaria da UCS ultrapassa 40 anos com foco nas exigências do mercado

0
182
Publicidade

O curso de Hotelaria da UCS Hortênsias é pioneiro no Brasil. Criado em 1978 na praia de Atlântida, no Litoral gaúcho, foi transferido para Canela em 1986 e é responsável pela formação de inúmeros profissionais cujas carreiras se consolidaram também no Exterior.

Ao longo do tempo, ele passou a ser oferecido como bacharelado. De 2017 em diante, para acompanhar as tendências e preparar profissionais de acordo com o que pedia o mercado, converteu-se em curso de tecnologia.

Publicidade

Essa mudança trouxe muitos benefícios. A formação, por exemplo, é em menor tempo em relação ao bacharelado.

Durante os estudos, os acadêmicos conquistam certificações intermediárias, realizam visitas técnicas e viagens de estudos, e têm possibilidade de estagiar não só em estabelecimentos da região e do país como do Exterior. Ainda, podem aproveitar competências adquiridas em cursos regulares em nível técnico e competências profissionais.

A formação pode ser iniciada em qualquer época do ano, mediante o processo seletivo contínuo. Além da experiência de professores em permanente atualização, a UCS Hortênsias oportuniza acesso a toda uma estrutura com biblioteca física e virtual, salas de aula diferenciadas, amplo auditório, laboratórios de informática e de gastronomia, cozinha e restaurante didático, além de laboratório de análise sensorial de alimentos e bebidas

“Os nossos alunos produzem projetos temáticos nos quais sintetizam na prática o que aprendem nas disciplinas. A convenção coletiva da Hotelaria da região, aliás, garante piso salarial melhor para quem tem qualificação”, destaca o professor Maguil Marsilio, coordenador do curso de Hotelaria da UCS Hortênsias, doutorando em Turismo e Hospitalidade. Por isso, o curso de tecnologia em Hotelaria abre inúmeras possibilidades de inserção no mercado de trabalho.

MUITOS GRANDES PROFISSIONAIS PASSARAM PELA UCS

Não só o pioneirismo como a trajetória de mais de quatro décadas fizeram do curso de Hotelaria da UCS Hortênsias uma referência. Não foram poucos os que se graduaram no campus e trilharam carreiras não só na região como Brasil afora e no Exterior. Recentemente, formandos de 1999 – alguns residentes nos EUA e na Itália – participaram de um reencontro em Canela e confirmaram o vínculo de gratidão mantido com a Universidade ao longo dos anos pós-formatura.

Outro exemplo de gratidão pelos louros da profissão é Jeremias Polidoro Pontalti. Formado em Hotelaria e Turismo pela UCS, tem especialização em Gestão de Negócios.

Amparado pela qualidade da formação superior, iniciou sua carreira em hotéis da região e chegou a Portugal, onde trabalhou na rede Vila Gale. De volta ao Brasil, foi gerente-geral da Estalagem La Hacienda e, atualmente, é gerente de operações do Kurotel – ambos em Gramado – e professor dos cursos de Hotelaria e Gastronomia da instituição que o graduou para o mercado.

“Eu tenho certeza de que o aluno sai preparado para o mercado de trabalho. Hoje, o nosso curso está em constante atualização; não á algo engessado. Formamos pessoas pensantes, que saibam operacionalizar, que sejam gestoras. É isso que nós, professores, passamos para os acadêmicos, a fim de trazer a realidade do mercado”, comenta o professor Jeremias.

O professor reconhece a dificuldade de se encontrar profissionais qualificados. Mas pelos locais do Brasil onde passou, como no estado da Bahia, conviveu com profissionais graduados na UCS Hortênsias – também fora do país. “Dos grandes profissionais em torno de 40 e 50 anos de idade, que já atuam há algum tempo e estão em cargos executivos no setor, a grande maioria passou pela UCS Hortênsias. Eu vi isso na prática”, testemunha Jeremias.


A CONTRATAÇÃO DE UMA PESSOA FORMADA EM HOTELARIA TRAZ MUITOS BENEFÍCIOS”

“Quando comecei a pensar na profissão que queria seguir, surgiu o interesse pelo setor turístico e hoteleiro. Por meio de pesquisas, encontrei a UCS. A formação acadêmica proporcionou, além de base teórica, vivência na área.

O curso de curta duração é voltado para o mercado de trabalho, promove a relação do acadêmico com as realidades da área. Foi uma das melhores escolhas fazer parte da UCS e do curso de Hotelaria, juntamente com professores qualificados, direção eficaz, funcionários atenciosos e colegas empáticos”, conta a formanda Drieli Castro Batista, de 21 anos.

Natural de Charqueadas, Drieli enfrentou os desafios de morar em outra cidade. Já no segundo mês de aula, conseguiu estágio no Hotel Pousada Blumenberg, em Canela. Após finalizar essa etapa, acabou contratada e lá permanece até então.

“A contratação de uma pessoa formada em Hotelaria traz muitos benefícios. Primeiro, porque facilita a pessoa a se encaixar, se acostumar ao formato de trabalho da empresa, e ela já tem muita noção de como funciona o mercado de turismo. Para a empresa, facilita para o controle interno, pelo contato com os clientes e na parte

administrativa”, elogia o empresário Ditmar Bellmann, vice-presidente do Sindtur Serra Gaúcha e proprietário do Hotel Pousada Blumenberg. Segundo ele, a UCS Hortênsias tem exercido papel importante na formação de profissionais qualificados que correspondam aos anseios do setor turístico-hoteleiro.